E LÁ VAI O PDT LADEIRA ABAIXO!

20:05Carlos Alberto-Jornalismo sério








Ex-ministro Lupi: A face do cinismo e da mentira, destruindo o legado de um grande homem: Leonel Brizolla.

Em 1991, os militantes do PDT-DF, entre eles, eu e mais algumas lideranças que despontavam aqui em Samambaia naquela época de pioneirismo, entusiasmadas e prontas a dar a vida por Leonel Brizola e a crescer embasadas na doutrina colorida do PDT que a todos impressionava, saíram de Brasília para a Convenção Nacional do Partido e foram cantando e brincando até o Rio de Janeiro, no Riocentro, repetindo frases assim; "rei, rei, Brizola é nosso rei".

Leonel de Moura Brizolla era um líder com carisma e sangue no olho, que enfrentou a ditadura com a estatura moral daqueles que não temem sacrificar a própria vida, o que dirá então seus interesses pessoais. E o que é o PDT, especialmente do DF hoje? Sem líderes como Brizola, o PDT/DF é um sarcófago, aonde múmias execráveis, como CRISTOVAM BUARQUE, GEORGE MICHEL, e agora esse tal ISRAEL, recém-chegado debaixo das asas do Buarque, sabe-se lá por quais interesses e favores, e defendendo-o como o mais vil bajulador face as acusações de Ezequiel Nascimento, outro que viveu as sombras das regalias do partido com suas verbas, sempre distribuídas entre a elite que domina o PDT há mais de dez anos no DF como mostrado acima, esganam-se me busca de privilégio, posições e mordomias junto a presidenta eleita, da forma mais servil imaginável. E esse GEORGE MICHEL que num rompante de estupidez sem tino político e nenhum resquício da mais elementar nobreza de educação, já tratou mal inclusive a este jornalista aqui, por causa de uma bandeira do partido em 1997, bandeira esta que serviria para pedir votos para o atual senador que era do PT e que ganhou as eleições daquele ano.O único ao que parece, incólume aos vírus e pestilencias do egoismo, negociatas e mamatas., talvez por ser recém-chegado e ainda não ter sido contaminado,é o federal Reguffe, de passagem limpa pela cama dos distritais do DF

Um partido que nunca ouviu depois da morte de seu líder, qualquer clamor vindo da militância de suas cidades em volta do poder central aqui em Brasília. Olhem e comparem ou tentem comparar, esse ministro Lupi, envolvido em tanta lama, da mais pútrida da corrupção e bandalheira que tomou conta de um Ministério do Trabalho que tanto orgulho já deu ao Brasil nos tempos de Getúlio Vargas, assim como o altaneiro, líder e fundador do PDT, Leonel de Moura Brizolla. Nem a mais pálida sombra como num sol de fim de tarde é possível dar a ele! E ainda grita que só sai na bala.Quanta diferença de Leonel Brizolla!

Já olhado com suspeição por causa de programas e projetos voltados ao trabalhador, com suspeita de desvios, vai se arrastando, moribundo político e sem ideais como nosso líder os teve, mas plenamente consciente de que não é um líder e jamais o será. Assim como o senador Cristovam, que reeleito à sombras do atual governador do DF, e agora em rota de colisão com ele por não ver seus mesquinhos interesses atendidos. Acorda militância do PDT DF!!!

Carlos Alberto Ferreira, jornalista e militante do PDT desde 1991.

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes