MORRE AOS 80 ANOS A "CHITA" DOS FILMES DE TARZAN

20:20Carlos Alberto-Há 40 anos vivendo Brasília!


MORRE A CHITA DO TARZAN DOP CINEMA AOS 80 ANOS

Adeus, Chita: Morre com 80 anos o chimpanzé que se celebrizou na sétima arte.

Por Joana Teles, Facebook.
Quarta, 28 Dezembro 2011 14:03 


O mais célebre chimpanzé da sétima arte, Chita, personagem em diversos filmes de Hollywood, entre os quais Tarzan, morreu no sábado, 24, aos 80 anos de idade. Vivia numa reserva na Florida, EUA, e atingiu uma longevidade pouco vista em símios. O anúncio da morte de Chita foi feito com pesar, não obstante as memórias de um animal "extrovertido", que "adorava futebol".
Foi estrela de cinema e tornou-se um animal adorado. O famoso chimpanzé que participou em diversos filmes – como o ‘Homem Macaco’, em 1932, e ‘Tarzan e a Sua Companheira’, dois anos mais tarde – não resistiu ao tempo e morreu na Florida, numa reserva natural onde vivia.
A carismática personagem de Tarzan contava já 80 anos, o que não é comum nos animais da sua espécie. Normalmente, os chimpanzés em cativeiro não vivem mais do que 60 anos, mas Chita, que se tornou eterna, conseguiu ser octogenária.
Segundo o Livro Guinness de Recordes, foi o chimpanzé mais velho do mundo. O normal para a sua espécie é 40 anos, mas em cativeiro há muitos casos de chimpanzés que chegam aos 60 anos. Chita juntou mais duas décadas a este feito.
No passado sábado, devido a uma falência renal, acabou por morrer, deixando saudade sobretudo na sua tratadora, que via em Chita um chimpanzé “divertido, extrovertido e encantador”. Era adepto de futebol e adorava pintar. Outro atributo que preservou até aos últimos dias da sua vida era a capacidade de fazer rir.
Chita contracenou com atores como Johnny Weissmuller e Maureen O'Sullivan, entre as décadas de 30 e 40, e conquistou a fama devido a várias produções de Hollywood. Em 2008, foi realizada uma biografia do chimpanzé.
Teve uma vida de excessos, já que gostava de fumar charutos e beber cerveja, mas a adiantada idade e o estado de saúde débil obrigaram-no a adotar hábitos regrados, com dieta rígida... Viveu muitos anos, mas nunca os suficientes para os seus admiradores.




OPINIÃO:
Um tempo de pureza, sem drogas, violência descabida, muito cavalheirismo e sonhos de um mundo melhor, mas que está cada dia pior. "Chita" vai fazer muita falta, e foi mais nobre do que muita  gentinha ordinária que tem por aí.

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes