12:48Carlos Alberto-Jornalismo,isento e sem compromisso com mentiras.!


Presidiária lança CD em show com quase 500 detentas no DF.
A rotina das detentas da Penitenciária Feminina do Distrito Federal mudou na noite desta quinta-feira (8) com o lançamento do CD “A Voz da Liberdade”, da presidiária Danila Alves. Ela fez um show para 486 colegas do presídio, com direito a depoimentos gravados da cantora Elba Ramalho, do jogador de basquete Leandrinho e da atriz Samara Felippo.
A presidiária Danila Alves, durante show de lançamento de CD no presídio feminino de Brasília nesta quinta-feira (8) (Foto: Mariana Zoccoli/G1).

Quando deixar prisão, cantora quer dar palestras sobre crack em escolas do DF.

A cantora foi revelada no concurso Miss Penitenciária DF, que aconteceu no dia 10 de agosto deste ano. Ela compôs e cantou uma canção para abrir o evento. A Comissão de Direitos Humanos da Câmara Legislativa do DF esteve no concurso e conseguiu uma parceria para a gravação do CD.
"Minha mãe nunca quis essa vida para mim. Na minha infância, ter convivido com pessoas fumando e com drogas, aquilo me influenciou muito. “Eu não tinha uma cabeça que eu tenho hoje”.
O lançamento começou com a apresentação de um documentário sobre a vida e a obra da presidiária. No vídeo, a cantora, a atriz e o jogador de basquete aparecem falando sobre a vida e as músicas de Danila, que trata de temas como o crack – razão que a levou à prisão. Elba canta trecho da música “Crack, tô fora”, composta na cadeia por Danila.
A presidiária disse que espera ser solta em janeiro de 2012. Depois de sair da cadeia, ela deve ter compromissos com shows e palestras para falar sobre a importância do combate ao crack em escolas públicas do DF a partir da experiência dela com a droga. As palestras serão agendadas pela Comissão de Direitos Humanos da Câmara Legislativa do DF.
A música sobre o crack foi inspirada em uma história que Danila conheceu na cadeia – a de um garoto de 10 anos, filho de uma colega presidiária, viciado na droga. Danila afirma que o crack leva a situações extremas. Ela afirmou que, na prisão, chegou a amamentar o filho de outra colega, que não teve leite suficiente por causa do vício.

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes