CIRANDA DA MORTE LEVA A VIDA DE SEIS JOVENS NA BR-070

08:37Carlos Alberto-Há 40 anos vivendo Brasília!


IRRESPONSÁVEL TIRA VIDA DE SEIS JOVENS NA BR-

070.

Ciranda da morte leva a vida de seis jovens, todos menores de 20 

anos.

BEBEDEIRA E IRRESPONSABILIDADE QUE CUSTOU MUITO CARO.

Na noite desse sábado, aquele ciclista quase solitário na BR-070, passava pelo  caminho de morte que leva a Águas Lindas de Goiás, e que já levou centenas de vidas em acidentes. Ele sentiu o cheiro da morte espalhando-se pelo capinzal. Chamou desesperado pelos Bombeiros, quando viu aquele monte de corpos mas já não se podia fazer mais nada. Seis corpos sem vida jaziam ali, para desespero de pais e mães.















foto: Jornal de Brasília




Ciranda da morte leva a vida de seis jovens.

As seis vítimas do acidente ocorrido na madrugada de sábado (21), na BR-070, já foram sepultadas no Cemitério Campo da Esperança de Taguatinga. 
As duas primeiras vítimas a serem enterradas, hoje pela manhã, foram Duane Couto, 17 anos; e Ingrid Anne Carvalho, 16 anos; no início da tarde, os familiares se despediram de Francisca Rafaela, 18 anos; e de Expedito Sirqueira da Silva, 19 anos, que conduzia o veículo; e a marcha fúnebre terminou no fim do dia, no sepultamento dos corpos de Daniela Dantas Martins, 16 anos; e Jéssica de Sousa, 18 anos.
Durante o velório, Francisco Malaquias 60 anos, tio de Ingrid, sofreu um infarto e foi levado pelos Bombeiros ao Hospital Regional de Ceilândia em estado grave. Ainda internado na Unidade de Terapia semi-intensiva, seu quadro é estável.
Antes de ocorrer o acidente que provocou a morte dos seis jovens que estavam em um Astra na BR-070, na madrugada deste sábado (21), uma sétima passageira do carro dirigido por Expedito havia pedido para sair do veículo tão logo o motorista começou a dirigir em alta velocidade. Ele parou o carro para ela descer e seguiu viagem rumo a QNO de Ceilândia. A polícia confirma que Expedito não tinha habilitação e estaria alcoolizado.

Tudo começou quando Expedito pegou o Astra, do seu pai adotivo, Aliésio Hipólito da Silva, de 59 anos, sem autorização, na noite de sexta-feira. Ele foi a uma festa no Recanto Emas, acompanhado por seis garotas, que deixaram o local com ele e seguiram até Taguatinga Norte, para fazer um lanche, por volta das 3h30. Logo a garota deixou o veículo.

Depois disso, seguiram pela Estrutural até entrar na BR-070, na altura do Setor O em direção à quadra onde todos os jovens moravam. O motorista perdeu o controle do carro logo antes do retorno para entrar para a QNO e causou a tragédia que matou a ele e as passageiras.
Ninguém usava cinto de segurança.
Por volta das 6h30 da manhã de sábado, o Corpo de Bombeiros chegou ao local para fazer o resgate, após ser acionado por um ciclista que passava pelo local. Mas não havia sobreviventes.

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes