CIADE-DF PARA POR ATRASO DE SALÁRIOS DOS FUNCIONÁRIOS, CONTRATADOS PELA EMPRESA FIANÇA

20:40Carlos Alberto-Há 40 anos vivendo Brasília!


CIADE-CENTRO DE ATENDIMENTO E DESPACHO da segurança pública do DF para por falta de pagamento dos salários.

























Empresa Fiança, que pertence ao distrital Cristiano Araújo e família, atual Secretário de Ciência e Tecnologia, é alvo de constantes reclamações.
Quando fazia campanha por sua eleição a deputado distrital, o atual Secretário de Ciência e tecnologia do DF, Cristiano Araújo, membro de uma família que enriqueceu prestando serviços de segurança e limpeza nos governos do DF, hoje dona mais de  80 milhões de reais em  contratos por ano com o GDF, falava em reuniões comandadas por seus chefes de campanha "pérolas" do tipo  “sua família, nossa família, seus problemas nossos problemas”, e “ convidamos você e sua família para uma viagem com nossa amizade, mas uma viagem de primeira classe”, e outras baboseiras típicas ditas por políticos veteranos e mal intencionados, ou melhor, bem intencionados mas só nos votos dos eleitores.
Secretaria assegurada, cargos e administrações regionais garantidas, como a do Riacho Fundo, comandada por seu tio Artur, com uma legião de empregados comissionados em cargos no GDF, parece que o distrital (que tem em seu lugar na CLDF, o suplente Doutor Charles) como em seus outros mandatos, acomodou-se na mamata do poder e esqueceu-se de pagar pela sua empresas Fiança, os salários dos funcionários que atendem no CIADE, e que tem reclamado constantemente dos atrasos em seus salários. Justo ele que foi eleito com mais de 27 mil votos, mas somente após ser liberado como candidato, passando raspando pela Lei da Ficha Limpa, que só o liberou há menos de 48 horas antes da votações de 2010, quando foi acusado de pressionar e ameaçar seus funcionários para que votassem nele, e certamente após ter  gastado uma fortuna com advogados, e que foi comemorada  aos berros durante uma das reuniões finais de sua campanha, no seu comitê em Taguatinga Sul.
Dinheiro esse, que agora parece estar faltando para pagar aqueles que trabalham no CIADE, e que certamente têm em seus quadros, muitos dos que votaram e pediram votos para ele. E este  salário, que é sempre a menor parte  como é de praxe nesses contratos com o governo, onde sobra a parte do Leão (eu disse do Leão? Qual? O da Receita?) para as empresas já multimilionárias, é a única fonte de renda de toda a família de milhares de brasilienses trabalhadores e honestos, que não tem, por exemplo, aumento de 77% na verba de gabinete, assinatura de termos aditivos de contratos ao apagar das luzes de cada ano, acrescentando alguns milhões a eles e vai por ai afora. Portanto, que dá para honrar os salários dá sim senhores. Então paguem!
By, Karlao Sam.
MAIS SOBRE A EMPRESA FIANÇA :
Em Outubro de 2011, a mesma empresa já tinha problemas com atrasos de salários, tíquetes refeições e vales-transporte com seus funcionários, que já faziam greve.
VEJA MATÉRIA  DO SITE DO SINDICATO SINDSERVIÇOS-DF. 

Para os trabalhadores da empresa Fiança, a situação está ficando cada vez pior. O atraso de pagamento de salário, tíquete-refeição e vale transporte virou rotina para o desespero de trabalhadoras e trabalhadores que precisam sobreviver com suas famílias. Por    sua vez, os diretores e o serviço Jurídico do Sindicato estão lutando para acabar esta situação.

O certo é que o problema tem piorado e os mais afetados são os trabalhadores que prestam serviços para o GDF. Desse modo, o Sindicato já enviou notificação ao GDF para audiência no Ministério Público do Trabalho (MPT), no dia 26/09.






A situação é delicada, o salário do mês de agosto só foi pago no dia 14/08, e mesmo assim o depositado só ocorreu depois de manifestação dos trabalhadores em frente o Ministério Público do Trabalho. Os trabalhadores estiveram lá para aguardar o resultado de mais uma negociação entre a Fiança e o Sindicato, mediada pelo MPT.

Desde janeiro que os trabalhadores só recebem salário usando o recurso da paralisação, depois de exaustivas negociações com os patrões. Os acordos entre a empresa e o Sindicato não estão sendo respeitados. O salário de julho só foi pago no dia 11 e o tíquete no dia 12 de agosto, embora o acertado com os trabalhadores e Sindicato fosse o dia 8.     
O pagamento de agosto não foi diferente, a novela repetiu-se. A exceção ficou por conta da Rodoviária do Plano Piloto que depois de três dias de paralisação e intermediação do Sindicato e da administração da Rodoviária, o pagamento foi depositado no dia 11, embora os outros postos só tenham recebido salários no dia 14. Por tudo isso que o Sindiserviços está na luta, usando todas as formas disponíveis, orientando os trabalhadores na condução de paralisações, negociando com os patrões e denunciando no Ministério Público do Trabalho.

FONTE: 

Você pode gostar de...

1 comentários

  1. esses funcionários nem poderia atender telefones de casa ainda mais serviços de urgência, esse o pior serviço que prestam ai governo do distrito federal quantas pessoa morreram ou deixaram de ser atendidas com urgência por causa da incompetência desta funcionarios

    ResponderExcluir

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes