CONSELHOS TUTELARES EM SITUAÇÃO DE PENÚRIA.

13:28Carlos Alberto-Há 40 anos vivendo Brasília!


       CONSELHOS TUTELARES EM SITUAÇÃO DE PENÚRIA.




É vergonhoso, mas os Conselhos andam pedindo carro emprestado às administrações regionais para poder atender ocorrências.
Sem telefone; sem internet; sem carro; sem dinheiro; sem gasolina, e  até mesmo sem privacidade para atender situações que exigem sigilo.
                                   Infelizmente após a mobilização dos Conselhos Tutelares no dia 18 de maio/11, quando a Praça do Buriti foi o local de concentração palco de reivindicações pela estruturação e condições dignas de trabalho, nada mudou quase um ano depois.

                         Na mobilização anterior, o descaso do Governo do Distrito Federal foi reafirmado, quando a Comissão de Negociação não foi recebida pelo Secretário de Governo Paulo Tadeu e o Governador em exercício Tadeu Flippelli.
                           Além disso, no dia seguinte, outro absurdo e descaso com a categoria; o GDF vetou os recursos orçamentários destinados à capacitação dos Conselheiros Tutelares, a aquisição de veículos para os Conselhos e ao evento da Câmara Legislativa em lembrança ao Dia das Crianças Desaparecidas.

E também:                     http://www.youtube.com/watch?v=Mw2e3_ma6Vs&feature=related

Faz tempo que não é novidade a situação calamitosa dos Conselhos Tutelares e por isso, eles tem se superado e lutado de todas as formas.
                 O atual governador, quando candidato, assinou um termo de compromisso relacionado às crianças e adolescentes com vinte itens, sendo oito referentes aos Conselhos Tutelares: criação da Secretaria de Estado da Criança e do Adolescente, órgão ao qual o Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente do Distrito Federal - CDCA/DF - e os Conselhos Tutelares serão vinculados administrativamente; disponibilização de espaço e estrutura física necessária e adequada, bem como quadro de recursos humanos suficientes e qualificado, para perfeito funcionamento do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente - CDCA/DF - e dos Conselhos Tutelares; alocação de recursos orçamentários e financeiros no PPA, na LDO e no PLOA, para a criança e o adolescente, conforme necessidades identificadas e recomendadas pelo CDCA/DF, vedado seu contingenciamento; criação dos cargos de "conselheiros tutelares", no âmbito da estrutura do GDF, com a devida previsão de recursos orçamentários; disponibilização de recursos, de toda ordem, para realização de eleições para os cargos de Conselheiros Tutelares; aprimoramento e informatização dos mecanismos e processos utilizados no âmbito do Sistema de Garantia de Direitos a fim de agilizar nos encaminhamentos necessários, tais como: SIPIA/SINASE, SIPIA/Conselho Tutelar, SIABRIGOS e outros sistemas de acompanhamento existentes; realização de concursos públicos para provimento de forma qualificada dos cargos necessários ao bom e perfeito funcionamento dos órgãos que compõem o Sistema de Garantia de Direitos, no que for de sua competência; promoção de formação continuada para atuação qualificada e aperfeiçoamento de todos os agentes públicos que atuam direta ou indiretamente na garantia de direitos da criança e do adolescente, em especial para, Policiais Militares, Conselheiros de Direitos, Conselheiros Tutelares, Agentes e Técnicos de Reintegração Social e educadores de ruas.

          Os/as Conselheiros tem procurado sensibilizar a população do Distrito Federal para a realidade vergonhos que vivem, com panfletos, faixas, manifestações de rua e conversa com as Administrações Regionais, cujos administradores tem feito quase o impossível para ajuda-los.


Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes