Cabo Patrício declara guerra aos veículos de comunicação alternativos

18:30Carlos Alberto-Há 40 anos vivendo Brasília!


ARROGANTE, PREPOTENTE E ACHANDO QUE VEIO DE FÁBRICA COM DISPOSITIVO ANTI-QUEDA!

                                    Estamos falando sem sombra de dúvida e todos sabem por que, do cabo e deputado distrital Patrício, presidente da CLDF, que tem se apresentado de modo arrogante e prepotente em todas as entrevistas que tem dado no DF de preferencia na grande mídia especialmente quando tem oportunidade de aparecer na Rede Globo, sua favorita, como na última semana quando teve o comandante geral da PMDF de sua indicação, exonerado pelo Governador Agnelo Queiróz, contrariando o cabo Patrício, em suas pretensões de continuar acumulando e mostrando poder, como deputado e presidente da Câmara Legislativa do DF .
                       Mas o que causou espanto nos meios de comunucação do DF, e até mesmo entre a grande mídia do DF foi a declaração dele durante uma reunião nesta semana na satélite do Gama, sua chamada base eleitoral, de modo arrogante e autoritário, quando disse que ” eu mandei tirar toda e qualquer verba da Câmara Legislativa do DF para a imprensa alternativa”; não vou dar nada para os jornais pequenos, e só veicularei as nossas campanhas nos grande veículos de comunicação do Distrito federal; é besteira gastar dinheiro com esse pequenos veículos”.
                         Seria bom alguém avisar ao senhor Patrício, que os pequenos jornais do DF hoje, sem se falar em rádios e revistas diversos que aqui também são muitos, que só eles todos os meses representam uma tiragem de mais 600 mil exemplares, e que foram muito procurados, especialmente quando o senhor Patrício andava de porta em porta pedindo os votos que o levaram a CLDF, e fizeram dele um dos maiores endividados políticos da capital do país.
                             Endividado? Sim! Endividado por tantas promessas que fez à comunidade que o elegeu, e que ele não tem cumprido, envolvido que está em fazer uma política comezinha, pequena, que visa apenas alcançar projeção e seus objetivos pessoais, especialmente aquelas que foram feitas aos quadros da PMDF de onde ele veio, quadros esses, junto com os bombeiros militares, cansados e esgotados de elegerem deputados que não cumprem uma vírgula do que prometem as essas categorias em tempos de campanha.
                          Os jornais e veículos de comunicação, chamados, “nanicos”, ou “alternativos” senhor Patrício, não tem culpa de sua proverbial arrogância e incapacidade de gerir os compromissos que o senhor fez com os cidadãos que o elegeram, especialmente os policiais militares e bombeiros, que mais uma vez viram no senhor a possibilidade de valorização de suas categorias, bem como a solução de tantos problemas que enfrentam na busca de melhorias e valorização de suas profissões, e que a boca pequena, como eu já ouvi, andam dizendo que “a sua batata está assando”. Isso sem se falar nos mais de trinta dias de greve e que tanto prejudicam nossos filhos, e passando de longe sem entrar nos detalhes, a calamitosa situação da saúde pública,
                       Esses mesmos veículos tem a lei do seu lado quando ela determina que os governos federal e estaduais, tem a obrigação de destinar parte de suas verbas de publicidade também para eles, constituídos de pais de família, como a sua, trabalhadores como o senhor acha que é, com direitos e deveres, estes bem pesados, diga-se de passagem, como pagar impostos para que o senhor gaste cerca de 65 mil reais por mês em combustível e lubrificantes e divulgação deatividade parlamentar.
                             A única dúvida dos pequenos veículos de comunicação senhor Patrício, é até onde vai o seu poder de decidir os nossos destinos tanto como cidadãos, quanto como jornalistas e formadores de opinião e geradores de empregos, aqueles mesmos que o senhor deveria estar preocupado em gerar para evitar a alta taxa de evasão escolar, de marginalidade, de legiões de zumbis drogados vagando em pleno centro de nossas cidades, em todas elas, e que tem origem no crescente aumento do desemprego e dos problemas sociais, que sem dúvida devem estar dando muita dor de cabeça ao Governo federal e ao GDF. 
Talvez não ao senhor.
                               Não necessariamente nessa ordem. Ou será que ninguém tem lhe passado estas informações?
                           Pode ter certeza de elas tem sido noticiadas todos os dias, não só na grande mídia, como naqueles a quem o senhor atribui tão pouco valor; os veículos de comunicação comunitária do DF e suas cidades satélites, já não tão satélites assim.
                            Mas pode nos chamar de imprensa alternativa, que não nos ofendemos.
 Karlão-Sam

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes