COMO FALAR DE OUTRA COISA SE A VIOLÊNCIA ESTÁ TÃO PERTO DE DE NÓS. DE NOVO!

22:43CarlOS - Sam

COMO FALAR DE OUTRA COISA SE OS INOCENTES ESTÃO PAGANDO TÃO CARO O PREÇO DA AUSÊNCIA DO ESTADO, ONDE A VIOLÊNCIA É SENHORA ABSOLUTA E NÓS PAGAMOS O PREÇO DELA COM A VIDA DE NOSSOS FILHOS? 
ONTEM A NOITE UM CRIME, AQUI PERTO DE MINHA CASA! 
HOJE, ESSA BARBARIDADE!
TENHO DITO ISSO AQUI TODOS OS DIAS E EM MEU BLOG: 
SOMOS UMA CIDADE ASSUSTADA!
MAIS UM CRIME BÁRBARO EM SAMAMBAIA!
Causado por um caso perdido, um criminosos que não deveria estar solto, pois já tinha condenações por outros homicídios, assaltos e  tentativas de homicídio
E estava solto por que? 
Matou um inocente no colo da  avó dentro de casa! Que justiça é essa, que só pune a meia-boca e deixa criminosos reincidentes a solta? 

VEJA: CORREIO BRAZILIENSE DE HOJE!


Uma criança de sete anos morreu depois de levar um tiro na cabeça na tarde desta sexta-feira (13/4) na Quadra 403, Conjunto 20 de Samambaia. 
                               O crime aconteceu por volta das 14h, quando José Wallamberg, 25 anos, que pilotava uma moto começou a atirar sem motivo aparente contra um casal que carregava um bebê. Os dois conseguiram desviar das balas, mas uma delas acabou atingindo um garoto que estava sentado em uma cadeira de balanço com a avó, dentro de casa. O menino chegou a ser levado para o Hospital Regional de Samambaia, mas não resistiu aos ferimentos.

                          De acordo com o delegado na 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia), Plácido Rocha Sobrinho, o assassino tinha sofrido uma tentativa de homicídio há três dias e resolveu que iria atirar contra a primeira pessoa que visse pela frente. Os agentes da Seção de Investigação de Crimes Violentos conseguiram apreender Wallamberg em casa, na Quadra 5 de Samambaia. Duas pessoas que presenciaram o tiroteio reconheceram o suspeito.

                  O criminoso já tinha passagens pela polícia por crimes de homicídio, assalto e tentativa de homicídio. Ele foi encaminhado para o Departamento de Policia Especializada e vai responder pelo crime de tentativa de homicídio triplo, cuja pena pode chegar a 30 anos.

Correio Braziliense.


Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes