OS SANTOS, DEIXANDO CAIR OS MANTOS! CAI MAIS UM DA PANDORA

16:25CarlOS - Sam


O Juiz da 2ª Vara de Fazenda Pública do DF condenou por improbidade administrativa o ex-deputado distrital Rogério Ulysses Telles de Mello, devido ao seu envolvimento no esquema ilícito de recebimento de propina, chamado de “Caixa de Pandora”, denunciado pelo MPDFT. O réu foi condenado a ressarcir aos cofres públicos o total de R$ 9,4 milhões de reais, pelo recebimento mensal do valor de 60 mil reais de 2007 a 2009 para fazer parte da base aliada do Governo, à época.

Segundo a sentença prolatada, nesta quarta-feira,12/6, sem prejuízo de outras ponderações a serem feitas na órbita criminal, o ex-deputado foi condenado à perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao seu patrimônio, equivalente ao montante de R$ 2,1 milhões de reais, com a devida atualização monetária no período de recebimento, mês a mês, e acrescido de juros de mora a partir da citação do réu. Também condenado ao pagamento de multa equivalente a três vezes o valor do acréscimo patrimonial ilícito obtido, no total de R$ 6,3 milhões de reais, com juros e correção monetária a partir do trânsito em julgado; e ainda ao pagamento de danos morais, no montante de R$ 1 milhão de reais, a ser depositado em um fundo criado especialmente para esse fim, indicado pelo MPDFT.

O juiz também suspendeu os direitos políticos do réu por 10 anos e o proibiu de ocupar cargo público pelo mesmo período; além de não poder contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio. 

SAIBA MAIS SOBRE OS INDICIADOS DA "CAIXA DE PANDORA"NESSE LINK:


Número do Processo: 2010.01.1.194532-3 e 2010.01.1.194533-0

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes