TEM ALGUÉM MENTINDO AÍ! LEIA, COMPARE E DEDUZA OS PONTOS EM COMUNS NESTAS DUAS MATÉRIAS SOBRE CRECHES E ENSINO PÚBLICO NO DF.

21:14Carlos Alberto-Há 40 anos vivendo Brasília!

CRECHES PÚBLICAS:MENTIRAS, DEVANEIOS, MANIPULAÇÃO VIA MÍDIA E A DESESPERADORA QUEDA NO ENSINO PÚBLICO DO DF.







 (Ilustração)

Em 2012, a Administração Regional de Samambaia anunciava aos quatro cantos, que a cidade ganharia 10 creches, via convênios que haviam sido assinados entre o DF e o Ministério da Educação na pessoa do então Ministro Fernando Hadad. Não chegaram até agora!
Ninguém até agora viu as tais creches serem entregues, nem mesmo as que foram pedidas via Orçamento Participativo.
Veja a matéria  na ocasião do anúncio.
GDF anuncia construção de 50 creches com 6 mil vagas em 2012

Quatro unidades serão inauguradas até março, diz Secretaria de Educação.
Instituições custarão R$ 400 mi; 303 escolas passarão por reforma em 2012.
Do G1 DF
04/01/2012
(Ainda sobre esse assunto você também pode saber mais aqui:)
O governo do Distrito Federal anunciou a construção de 50 creches em 2012. Quatro delas, na Estrutural, Brazlândia, São Sebastião e Planaltina, serão inauguradas até março, segundo a Secretaria de Educação.
Cada unidade vai atender 120 crianças entre 0 e 5 anos em tempo integral. Juntas, elas custarão R$ 400 milhões, sendo R$ 280 milhões do Ministério da Educação e R$ 120 milhões do GDF.
De acordo com a Secretaria de Educação, outras 150 creches serão construídas até o final do mandato de Agnelo Queiroz. A pasta fez um chamamento público em 26 de dezembro para firmar parceria com empresas privadas e acelerar as obras.
O acordo também deve custear reformas em escolas públicas do DF. Das 649 instituições públicas do DF, 38 começarão grandes reformas ou reconstrução em janeiro, informou a secretaria. Outras 265 também devem receber reparos durante o ano.
Entre as primeiras contempladas estão o Centro de Ensino 1 do Cruzeiro, que está sendo reconstruído, e o Centro de Ensino Fundamental 5, também do Cruzeiro, que passará por reforma geral.
Parceria
O governador Agnelo Queiroz assinou em julho um convênio com o Ministério da Educação para a construção de 50 creches e 14 escolas públicas, além de ampliação do ensino pra tempo integral no DF. Na época, ele afirmou que Brasília vai erradicar o analfabetismo até 2014.
De acordo com o Censo 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estática (IBGE), 3,25% dos brasilienses com mais de 10 anos de idade são analfabetos, o que corresponde a cerca de 85 mil pessoas. O ministro Fernando Haddad disse que parte das novas unidades de ensino serão instaladas nos municípios do Entorno.

Agora veja o que acontece de real com o ensino do DF, na contra-mão do que é divulgado pelo GDF, em meio a tantas mudanças de cargos como secretários de Educação, e que nada mudam.
Rede pública de ensino no DF perde 10,5 mil alunos em 2013, aponta MEC

Número de matriculados caiu de 456.919 em 2012 para 446.337 em 2013.
Quedas ocorreram nos ensinos fundamental e médio e no EJA, diz MEC.

(Com informações do G1 DF-23/09/2013)

O censo escolar divulgado pelo Ministério da Educação nesta segunda (23) mostra que o número de alunos matriculados na rede pública de ensino no Distrito Federal caiu de 456.919, em 2012, para 446.337, em 2013. 
Os 10,5 mil alunos a menos representam 2,4% de redução no número de estudantes.
Apesar do crescimento da população do DF, que atingiu 2,7 milhões de habitantes neste ano, segundo o IBGE, os alunos inscritos nos ensinos fundamental e médio e na Educação de Jovens e Adultos (EJA) caiu em 2013, em relação a 2012. Apenas o número de matriculados nas creches e na pré-escola aumentou do ano passado para este ano.
(Caso queira, saiba mais sobre o assunto, indo até esses links):
A Secretaria de Educação do Distrito Federal não confirmou os dados e informou que os números serão analisados por técnicos da pasta.

Segundo o censo do MEC, a maior queda nas matrículas foi registrada no ensino médio do EJA. Em 2012, foram 22.383 alunos; neste ano, são 20.690 – diminuição de 7,6%. No ensino fundamental para jovens e adultos, o número de inscritos caiu de 26.599 para 25.243 – redução de 5%.

No ensino médio da rede regular, o número de matriculados caiu 3,4%, passando de 80.220 em 2012 para 77.547 em 2013. A redução nos anos iniciais do ensino fundamental (de 1º a 5º ano) foi de 3,2% - de 158.328 em 2012 para 153.333 em 2013. Nos anos finais (de 6º a 9º ano), a queda foi de 1,8% - de 138.162 para 135.759.

O aumento no número de matrículas na pré-escola em 2013 foi de 8,3%, em relação ao ano passado – de 29.721 para 32.199. Nas creches, os inscritos neste ano foram 1.566, contra 1.506 em 2012 (crescimento de 3,9%).

Dados atualizados
O censo do MEC indica que o Distrito Federal tem 446.337 alunos matriculados na rede pública de ensino. O levantamento considera alunos da educação infantil – creches e pré-escolas –, ensinos fundamental e médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA), em regimes parciais e integrais.
O número de matriculados em creches é 1,2% da necessidade, segundo dados do GDF de 2012. A estimativa da Secretaria de Educação apontava que no ano passado a demanda era de 130 mil vagas em creches.
As 1.566 matrículas equivalem também a 0,35% do total de alunos. O percentual de matriculados em creches da rede pública no DF é menor do que o encontrado no país. No Brasil são 39.712.698 alunos, dos quais 4,31% estão em creches.
No ano passado, a Secretaria de Educação informou que o governo mantinha 42 convênios com instituições filantrópicas, que atendiam cerca de 8,2 mil crianças até 5 anos.
Conclusão óbvia: O Ensino Público no DF andou para trás e para baixo nos dois últimos anos, apesar do aumento da população em números do IBGE, que afirma que já somos 2,7 milhões de brasilienses.
São 1,5 mil alunos a menos na rede pública de ensino, além do insanável problema das creches públicas que nem com dinheiro do Governo Federal, são construídas, o que resolveria o problema do número cada vez maior de novos país e mães que precisam e tentam entrar no mercado de trabalho. Acorda GDF!







Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes