MORTES NAS ESTRADAS DO DF AUMENTARAM EM RELAÇÃO AO ANO PASSADO

08:52Carlos Alberto-Jornalismo sério




Treze pessoas morreram entre os dias 20 de dezembro de 2013 e 1º de janeiro de 2014 nas rodovias federais que cortam o Distrito Federal. Segundo o balanço da PRF (Polícia Rodoviária Federal), divulgado nesta quinta-feira (2), apesar do número de acidentes ter sido o mesmo do feriadão de 2012 para 2013 (129), foram quatro mortes a mais que no último ano. O número de feridos caiu de 136 no ano passado para 122 no feriadão deste fim de ano.
Também nas rodovias federais do DF foram fiscalizados 2.244 veículos e registrados 765 autos de infração. Seis pessoas foram presas por dirigir sob efeito do álcool. Ao todo, 21 motoristas foram flagrados dirigindo bêbados. Os números das DFs ainda não foram divulgados pelo Detran-DF.
O balanço final da operação da PRF, chamada de Rodovida, será divulgado em março, ao final da operação de Carnaval.
DUAS RODOVIAS DO DF DENTRE AS MAIS PERIGOSAS 

DO PAÍS



Os trechos da BR-040 e BR-020 que cortam o Distrito Federal estão entre os 100 mais perigosos do País, de acordo com  levantamento do Ministério da Justiça, em parceria com o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).   
Os dados, divulgados nesta quinta-feira (19), colocam os dez primeiros quilômetros da BR-040, na 55ª colocação entre os 100 mais perigosos. Em 2013, foram registrados 192 acidentes, com duas mortes e 163 pessoas feridas.   
Já os dez quilômetros iniciais da BR-020 está em 89º lugar na lista dos trechos mais perigosos do País. De acordo com o estudo do Ipea, a rodovia foi cenário de 81 acidentes, que resultaram quatro pessoas mortas e 125 feridas.

  A BR-101 em Santa Catarina é o trecho mais perigoso das rodovias federais do País, segundo o levantamento. Os dados revelam ainda que foram registrados 1049 acidentes entre os quilômetros 200 e 210, no litoral sul do Estado, somente neste ano. Segundo a pesquisa, 13 pessoas morreram nesses acidentes e 516 ficaram feridas.   
O segundo trecho mais perigoso das rodovias brasileiras é o da BR-381, em Minas Gerais. A rodovia, conhecida como Fernão Dias, foi o cenário de 889 acidentes de trânsito entre os quilômetros 490 e 500, registrando 20 mortes e 273 feridos.  
A Nova Dutra em São Paulo, entre os quilômetros 220 e 230, é o terceiro trecho mais perigoso do País. A BR-116 nesses dez quilômetros registrou 612 acidentes, 18 mortes e 313 feridos.  
R$ 1,5 mi em fiscalização  
O estudo do Ipea levantou os 100 trechos mais perigosos das rodovias federais brasileiras para que o Ministério da Justiça possa aumentar a fiscalização durante o recesso de fim de ano e o Carnaval, entre os dias 19 de dezembro e 31 de janeiro, e 21 de fevereiro e 9 de março.  
A operação, batizada de Rodovida, prevê um investimento de R$ 1,5 milhão para coibir principalmente a alta velocidade, ultrapassagem irregular e consumo de bebida alcoólica alido à direção.   
Serão mobilizados 1.300 policiais rodoviários federais,  920 novas viaturas da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e mais de 130 radares móveis. A expectativa do Ministério da Justiça é realizar mais de 1.130 ações com blitz nos 100 trechos mais perigosos e nas vias que dão acesso às rodovia

PRF-DF

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes