ELES DE NOVO! OS DISTRITAIS E SUA GASTANÇA SEM FIM!

22:18Carlos Alberto-Jornalismo,isento e sem compromisso com mentiras.!

DISTRITAIS; DE NOVO E COM A MESMA CARA DE PAU!
E a mesma gastança...


Distritais gastaram cinco vezes mais verbas indenizatórias no recesso.
E no ano passado de janeiro a junho, Benedito Domingos figurante em vários processos na justiça, usou R$ 117 mil. 
Esse valor é bem próximo ao teto de despesas de cada gabinete, de R$ 20.042 por mês, segundo ele, "perfeitamente dentro das normas da casa".

Os gastos dos deputados distritais com verba indenizatória durante o recesso de janeiro aumentaram quase cinco vezes nesta legislatura. Em 2011, os parlamentares consumiram R$ 50.370 durante as férias. Em 2014, o valor chegou a R$ 238,4 mil. Como o Correio mostrou na edição de ontem, na coluna Eixo Capital, as despesas ocorreram durante o período em que a maioria dos deputados estava fora da cidade e o funcionamento da Câmara Legislativa ficou paralisado. Mesmo em viagem, muitos distritais apresentaram notas de compra de combustível, aluguel de carro, compra de material de escritório, pagamento de consultorias, impressão de boletins informativos, entre outros. 

Os valores pendurados na conta da viúva devem subir mais, já que três distritais ainda não prestaram contas. Cláudio Abrantes (PT), Patrício (PT) e Rôney Nemer (PMDB) devem entregar as notas fiscais pendentes nas próximas semanas. Até janeiro, o teto mensal de gasto com verba indenizatória era de R$ 20.042,35. No começo de fevereiro, a Mesa Diretora da Câmara Legislativa aprovou um reajuste de 7,76% no valor mensal aos deputados para despesas como a locação de imóveis e pagamento de taxas, aluguel de equipamento de informática, compra de material de expediente, aluguel de carro, combustível, contratação de consultoria jurídica ou divulgação da atividade parlamentar. 




E VEM ANO, VAI ANO, PASSAM-SE OS MESES, E SEMPRE A MESMA HISTÓRIA; E A MESMA VERGONHA... SÓ NOSSA! VEJA SÓ NO ANO PASSADO...

Em tempos de pressão popular por austeridade nos gastos públicos e pelo enxugamento da máquina, os deputados distritais bateram recorde de despesas com verba indenizatória. Os 24 parlamentares gastaram R$ 1,88 milhão com essas cotas de janeiro a junho deste ano, 27% a mais do que no mesmo período de 2012 — o maior valor semestral já registrado. A divulgação da atividade parlamentar e a compra de combustível estão entre as despesas preferidas dos distritais. Para se promover com o eleitorado, eles investiram R$ 658,8 mil. Já com os R$ 327,3 mil pagos a postos de combustíveis no primeiro semestre, é possível rodar 1,3 milhão de quilômetros — o equivalente a 32 vezes a circunferência do planeta Terra. O balanço de contratação de consultoria jurídica esconde casos de repasses a escritórios de advocacia para causas particulares. É o caso do deputado Washington Mesquita (PSD), que pagou sua defesa em ações de interesse pessoal com a verba da Câmara Legislativa.

O recordista no ranking de gastos da cota no semestre foi o deputado Benedito Domingos (PP). Na última quinta-feira, a Mesa Diretora decidiu encaminhar um processo contra o distrital à Corregedoria da Casa. Depois de ser condenado por improbidade administrativa em primeira instância pelo Tribunal de Justiça do DF, ele foi alvo de uma representação popular — posteriormente acatada pela Mesa Diretora. De janeiro a junho, Benedito usou R$ 117 mil. Esse valor é bem próximo ao teto de despesas de cada gabinete, de R$ 20.042 por mês. Em nota, o parlamentar afirmou que a verba indenizatória é usada “a serviço do mandato, dentro do permitido pela Câmara Legislativa”.

Os R$ 327,3 mil gastos com combustível equivalem a 109 mil litros de gasolina — média de 4,5 mil litros por parlamentar entre janeiro e junho. Com o volume, cada distrital teria rodado 54 mil quilômetros no semestre ou 9 mil quilômetros por mês. É como se cada deputado fizesse uma viagem de ida e volta do Oiapoque (AP) ao Chuí (RS), mensalmente.

LEMBRETE AO CIDADÃO E ELEITOR:
Eles só fazem isto, porque foram colocados lá, na boca do cofre, através do nosso voto!
Haverá ainda coragem para repetir os mesmo erros?
É só ter coragem, e não votar mais neles! Onde está o sangue novo na política de Brasília? 
Votem, em alguém da sua cidade seu conhecido, ou que tenha história de lutas pela sua quadra, sua cidade, mas diga não a essas execráveis figuras!

Karlão-Sam.

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes