ATIRADOR DE ELITE QUASE MATOU POLICIAL NO "ITAQUERÃO" NO DIA DO JOGO BRASIL E CROÁCIA

11:08Carlos Alberto-Jornalismo sério



Uma falha no esquema de segurança quase causou a morte de um policial militar no estádio Itaquerão no dia do jogo Brasil e Croácia.
O jogo foi visto por mais de 3 bilhões de pessoas pelo mundo inteiro, e o fato aconteceu perto da tribuna de honra onde estavam a Presidente Dilma, várias autoridades de vários países e os diretores da FIFA, quando um atirador de elite avistou um homem fardado e armado e suspeitou de que ele poderia ser um criminosos vestindo farda policial.


Ao consultar seu comandante se deveria eliminá-lo a tiros ou não, foi passada a ordem para que ele ficasse na espera vigiando o suspeito que era realmente um policial fazendo vistorias e que depois recebeu ordens do seu comando para que se retirasse da área da tribuna de honra.
O disparo foi evitado mas abriu uma crise entre as policiais civil e militar, que apresentaram versões diferentes para o fasto do homem estar naquela área.
A tragédia só não aconteceu por que um policial ao examinar as imagens reconheceu o suspeito como sendo realmente um policial a serviço.

O Governo de São Paulo e seu secretário de segurança Fernando Grela reconheceram a falha e prometeram modificar e melhorar os protocolos de segurança para o bem da FIFA. 
FOLHA DE SÃO PAULO

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes