ESTE CHEQUE É DA FRIBOI? COM DEZ BILHÕES DO BNDES A FRIBOI SE TRANSFORMOU NO MAIOR FRIGORÍFICO DO MUNDO!

18:28Carlos Alberto-Há 40 anos vivendo Brasília!

DOADORA CAMPEÃ, FRIBOI VIROU GIGANTE DA CARNE COM R$ 10 BI DO BNDES


Maior processadora de carnes do mundo, a JBS --mais conhecida pela marca Friboi--, é a empresa que mais distribuiu dinheiro a partidos e candidatos nestas eleições até agora, com R$ 51 milhões em doações, segundo dados divulgados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). 
Os números referem-se à primeira parcial de doações. 


Até a realização do pleito, em 5 de outubro, haverá uma segunda parcial. 
Os números consolidados com o total de doações só serão divulgados em novembro, após a realização do segundo turno.

Aqui Junior Friboi e seu grupo politico em Goiás.

O montante doado neste ano, entretanto, já supera de longe o que a JBS distribuiu ao todo em 2010: R$ 30 milhões.


http://www.brumadourgente.com.br/

MAIS FRIBOI:


O Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT-MT) manteve a multa do grupo JBS, detentor da marca Friboi, em R$ 2 milhões por excesso de jornada de trabalho e por falta de medidas de segurança. A ação foi movida em 2012, após o Ministério Público do Trabalho da região constatar irregularidades na fábrica do município de Juruena, com 220 funcionários. Além de ter de pagar indenização por danos morais, a empresa também terá de pagar multas que vão de R$ 5 mil a R$ 30 mil.
A JBS é acusada de exigir que seus funcionários trabalhem façam jornadas de trabalho superiores a dez horas diárias, mesmo em atividades insalubres. Também foi constatada a falta de indicação de riscos no Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) e no Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) e o não fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPIs).
Durante o julgamento, o juiz relator Juliano Girardello afirmou que o descumprimento dos direitos trabalhistas não afeta apenas o trabalhador envolvido na relação de trabalho, mas toda a sociedade, razão pela qual a punição deve ser rigorosa.
“O afrontamento aos mais simples direitos trabalhistas tem uma dimensão muito maior do que se possa imaginar, porque não só representa um desrespeito à dignidade humana, mas também uma afronta ao princípio constitucional da função social da propriedade, de promover o desenvolvimento social com respeito às normas jurídicas trabalhistas; e a um dos fundamentos da República Federativa do Brasil, que é o da valorização social do trabalho”, disse.
Fonte: IG
http://www.portalsmo.com.br/


IRMÃO DE JÚNIOR FRIBOI É INDICIADO PELA POLÍCIA FEDERAL POR EMPRÉSTIMO FALSO COM O BANCO DO MENSALÃO


O atual presidente do Grupo Friboi, Joesley Batista, está sendo indiciado por crime contra o sistema financeiro e pode pegar seis anos de cadeia.
O controlador da holding J&F (JBS-Friboi), Joesley Batista, que é irmão de Júnior Friboi, e a ex-presidente do Banco Rural, o banco do Mensalão,  Kátia Rabello (que está presa), foram indiciados pela Polícia Federal sob a acusação de fazer empréstimos cruzados entre instituições financeiras nas quais têm participação. O caso é mostrado em reportagem do Estadão nesta quarta-feira.
Consideradas ilegais, as operações envolveram empréstimos de R$ 160 milhões. A pena pelo crime contra o sistema financeiro pode chegar a seis anos de reclusão, além de multa. O Banco Rural foi fechado pelo Banco Central e é o banco que operou omensalão do PT.
A PF afirma que as empresas recorreram à troca de empréstimos numa operação conhecida como “chumbo cruzado”, muitas vezes usada para simular negócios e inflar balanços. Em outra investigação, o Banco Central também viu irregularidades nos empréstimos entre o banco Rural e o banco Original, que pertence à J&F.
TUMA FILHO FAZ DENÚNCIAS GRAVES EM SEU FACE E BLOGS, CONTRA O GRUPO FRIBOI JBS

A investigação da Polícia Federal chamou a atenção para empréstimos feitos em datas muito próximas entre empresas dos dois grupos. Segundo a apuração, o banco Rural emprestou R$ 80 milhões ao grupo J&F Participações S/A e à empresa Flora Produtos de Higiene e Limpeza, que pertence ao J&F, em 22 de dezembro de 2011. No mesmo dia em que as empresas do grupo J&F receberam os empréstimos em suas contas no banco Rural, o dinheiro foi transferido às contas no banco Original.

Fonte: Goiás24horas
http://bloganossavoz.blogsp

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes