TÁ FALTANDO HOMEM E SOBRANDO MULHER NO BRASIL!

14:38Carlos Alberto-Há 40 anos vivendo Brasília!

SOBRAM MULHERES EM OITO REGIÕES METROPOLITANAS DO PAÍS, DIZ IBGE
Está sobrando mulher e faltando homem em oito regiões metropolitanas do país. Essa é uma das conclusões da Síntese de Indicadores Sociais 2013, divulgada nesta quarta-feira (17), pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Segundo a pesquisa, as Grandes São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador, Fortaleza, Recife e Belém têm predominância do sexo feminino. A capital com mais mulheres é o Rio de Janeiro, com 53,6% do total da população de pessoas do sexo feminino.

 Gerlanda de Lima Ataíde, 22: "Está difícil encontrar um [homem] que vale a pena"
E não é só nas capitais que o homem está falta. Segundo os dados do IBGE, 51,4% da população é composta por mulheres e 48,6%, de homens. O número de mulheres é maior em todas as regiões do país, exceto no Norte, onde há pequena vantagem -- 50,1% de pessoas do sexo masculino contra 49,9% do sexo feminino.

A estudante Gerlanda de Lima Ataíde, 22, sente na pele as dificuldades em conseguir um namorado. "Está difícil encontrar um que vale a pena. Vai chegar um ponto de ter que dividir com outras dez mulheres", disse.

A também estudante Patrícia Gomes, 31, ainda afirma que a concorrência não é só entre as mulheres. "Hoje temos outros homens na disputa", afirmou.

Já o estudante Leonilson Lessa, 22, comemora a prevalência feminina. "Para quem está solteiro, é muito bom ter mais mulheres. Isso faz com que elas tomem a iniciativa", disse.

País
No país, em apenas quatro Estados existe mais homens que mulheres: Amazonas, Roraima, Rondônia e Pará. Homens e mulheres estão em condição de igualdade em Goiás, Mato Grosso e Amapá. 
 Segundo o levantamento do IBGE, a razão de sexo –que é calculada pela razão entre o número de pessoas do sexo masculino por 100 pessoas do sexo feminino-- foi de 94,5 para o Brasil em 2013. "Percebe-se que em todas as Regiões Metropolitanas a razão de sexo foi inferior a 100, ou seja, apresentavam maior concentração de mulheres que homens", apontou o instituto.

Entre as unidades da federação, Rio de Janeiro apresentou maior proporção de mulheres (53,2%) e menor razão de sexo (88%)", diz o relatório da síntese.


UOL

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes