O ROMBO POTENCIAL DO SISTEMA PETROBRAS É DE R$ 708 BILHÕES!

21:52Carlos Alberto-Há 40 anos vivendo Brasília!

O ROMBO POTENCIAL DO SISTEMA PETROBRAS É DE R$ 708 BILHÕES!


Acendeu luz vermelho no painel de controle do Banco Central e do Ministério da Fazenda. O Banco Central e o sistema bancário estão correndo para levantar exato tamanho da exposição de riscos de créditos da Petrobras e de empresas citadas na Operação Lava Jato. Segundo imprensa, nem o Banco Central e nem o Ministério da Fazenda tem o exato tamanho do eventual default.
 Os números da exposição de risco de crédito perante o sistema financeiro são desencontrados. Segundo primeiro levantamento feito pelo governo, apresentava um passivo de cerca de R$ 400 bilhões, somente das empreiteiras ligadas à Petrobras. O endividamento total da Petrobras em 31/6/2014 era de R$ 308,1 bilhões. Somado o endividamento do sistema Petrobras, a própria Companhia e seus empreiteiros dá incrível número de R$ 708 bilhões, correspondente a cerca de 13% do PIB.


Notícias no mercado financeiro, dão conta de que a OAS, a menor entre as empreiteiras com dívida de cerca de R$ 7,7 bilhões, deve entrar com o pedido de recuperação judicial. O que teme o sistema bancário e o próprio Banco Central é "crise" do sistema bancário em razão do default das empreiteiras e da própria Petrobras. Um volume de R$ 400 bilhões das empreiteiras ou R$ 708 bilhões do sistema Petrobras em default causaria efeito dominó, é o que mais teme o sistema financeiro e o próprio governo. 

Estou a referir o problema como "crise" sistêmico no setor bancário. Não estou a dizer que haverá "quebra" do sistema bancário como aconteceu na implantação do Plano Real. Vamos deixar bem claro isto. O setor bancário deverá reformular urgentemente o portfólio de tomadores de empréstimos, restringindo crédito às empresas ligadas à Petrobras. De quebra, os que não fazem parte do sistema Petrobras vão sofrer as consequências, inexoravelmente.

Atualmente, o sistema financeiro oficial, composto sobretudo pelas instituições BNDES, CEF e BB, banca maioria destas operações. Infelizmente, para não absorver a crise no setor bancário, os bancos oficiais deverão absorver as dívidas da Petrobras e das empresas envolvidas na Operação Lava Jato, para evitar a "quebra" do sistema bancário brasileiro. Enfim, lá vamos nós, pagar a conta dos incompetentes e ladrões. 

Nas considerações acima não entraram as dívidas decorrentes das empreiteiras da Petrobras junto aos fundos de pensão. O total da dívida da Petrobras, R$ 308,1 em 30/6/2014 já está considerado a dívida com os fundos, mas as das empreiteiras não contemplam. É urgente fazer auditorias das contas dos fundos de pensão para livrar estes e de outros esqueletos constantes nos ativos.

O rombo potencial da Petrobras e de empreiteiras é de R$ 708 bilhões. Isto tem que ser dito com todas letras. O risco é do sistema bancário.

Ossami Sakamori
@SakaSakamori

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes