PT FAZ AUTO CRITICA, TENTA APONTAR NOVOS CAMINHOS E DENUNCIA OS ABUSOS EM CARGOS E NOMEAÇÕES JÁ FEITOS POR ROLLEMBERG.

19:51Carlos Alberto-Há 40 anos vivendo Brasília!

LIDERANÇA DO PT NA CLDF, FAZ AUTO-CRITICA, TENTA APONTAR NOVOS CAMINHOS, E DENUNCIA O ABUSO DOS CARGOS COM SALÁRIOS ACIMA DE 3 MIL REAIS.





Já no ano passado Wasny de Roure ainda presidente da CLDF, discordava abertamente das alianças e do comportamento do partido no DF.

PT deve evoluir para independência
Cresce na bancada petista da Câmara Legislativa tendência para evoluir da atual postura oposicionista a uma independência em relação ao governo Rodrigo Rollemberg.  O recém-eleito distrital Ricardo Vale (foto) calcula que essa posição já é majoritária entre os integrantes da bancada. De acordo com ele, precisa-se partir da constatação de que “o Distrito Federal vive efetivamente uma crise, em especial financeira, o que exige maior entendimento”. Assegura, porém, que isso não significa adesismo, nem aceitar cargos.

Reconhecer a responsabilidade
Também distrital e petista, Chico Leite foi o primeiro a defender essa posição e a propor a postura independente. 
Chico Leite vai além. Diz que o PT precisa fazer uma autocrítica. Não, não é apenas mergulhar nas razões da derrota sofrida em outubro passado, mas “reconhecer a responsabilidade do governo anterior por essa situação de crise, ainda que a principal figura desse governo seja do partido”. Precisa-se admitir, porém, que o desafio, hoje, é enfrentar a crise e não apenas fazer política partidária.
A liderança do PT na Câmara também emitiu nota oficial acusando Rollemberg de, ao contrário do que anunciara quando falou em apertar o cinto nas administrações regionais, “aumentar o número de cargos com remuneração acima de R$ 3 mil. 

No governo Agnelo, havia 346 cargos com remuneração acima de R$ 3 mil. No governo Rollemberg, são 591, ou seja, 71% a mais do que no governo passado”.  
De acordo com a liderança, “o resumo de todo esse barulho é que o corte real nas despesas dos cargos em comissão nas administrações regionais foi de 2,56% do que havia antes”.


Do alto da torre.

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes