O QUE É O HOMEM? DE CARLOS DRUMOND DE ANDRADE.

15:57Carlos Alberto-Jornalismo sério

ESPECULAÇÕES EM TORNO DA PALAVRA 'HOMEM'


Carlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de Andrade, um dos maiores poetas brasileiros, faz do cotidiano sua fonte de reflexão. Seus questionamentos denunciam as inúmeras contradições do homem, e ao mesmo tempo, apontam para a imensidão de suas possibilidades.

Mas que coisa é homem,
que há sob o nome:
uma geografia?

um ser metafísico?
uma fábula sem
signo que a desmonte?

Como pode o homem
sentir-se a si mesmo,
quando o mundo some?

Como vai o homem
junto de outro homem,
sem perder o nome?

E não perde o nome
e o sal que ele come
nada lhe acrescenta

nem lhe subtrai
da doação do pai?
Como se faz um homem?

Apenas deitar,
copular, à espera
de que do abdômen

brote a flor do homem?
Como se fazer
a si mesmo, antes


de fazer o homem?
Fabricar o pai
e o pai e outro pai

e um pai mais remoto
que o primeiro homem?
Quanto vale o homem?
 ...........................

Há alma no homem?
E quem pôs na alma
algo que a destrói?

Como sabe o homem
o que é sua alma
e o que é alma anônima?

Para que serve o homem?
para estrumar flores,
para tecer contos?

Para servir o homem?
Para criar Deus?
Sabe Deus do homem?

E sabe o demônio?
Como quer o homem
ser destino, fonte?

Que milagre é o homem?
Que sonho, que sombra?
Mas existe o homem?

Andrade, C. Drummond de. Poesia e prosa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1988. p. 276-8


Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes