AMBIENTALISTA ASSASSINADO NO MARANHÃO JÁ TINHA RELATADO AMEAÇAS EM VÍDEO.

14:09Carlos Alberto-Há 40 anos vivendo Brasília!

EM VÍDEO, CONSELHEIRO DO ICMBIO, ASSASSINADO A TIROS, RELATOU AMEAÇAS EM RESERVA NO MA



Raimundo Santos Rodrigues foi morto na tarde de terça-feira 
Polícia Federal está investigando o assassinato.
Um vídeo gravado pela Sociedade Maranhense de Direitos Humanos mostra o ambientalista Raimundo Santos Rodrigues, de 54 anos, relatando que vinha sofrendo ameaças. Ele era conselheiro da Reserva Biológica (Rebio) do Gurupi e foi morto a tiros em uma emboscada, na tarde de terça-feira (25), em Bom Jardim (MA).
De acordo com o relato, um fazendeiro teria ameaçado a ele e a outras dez famílias que moram na região. "Ele estava incomodado com a Rebio para não roçar dentro da área de área biológica", diz.
Raimundo morava há dez anos na região. No último dia 18 de junho, segundo o conselheiro, o fazendeiro agiu com abuso para retirar as famílias do local, incendiando casas e barracos, além de objetos dos moradores. "Nós se sente (sic) ameaçado desde que ele chegou lá, tocando fogo nos barracos. Ele queria passar com carro por cima das crianças, dos adultos", diz.
Investigação
A Polícia Federal (PF) informou que pediu autorização do Ministério da Justiça para investigar o assassinato do conselheiro. Segundo a PF, a investigação é de competência federal porque a reserva é ligada ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), instituição que também é de autarquia federal.
A esposa dele, Maria da Conceição Chaves Lima também foi alvejada e está internada no Hospital Municipal de Açailândia. Segundo a direção do hospital, ela passou por cirurgia. O quadro é considerado estável e ela não corre risco de morte. Um policial militar e um agente federal fazem a segurança da sobrevivente no hospital.

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade lamentou a morte e ressaltou que Raimundo e Maria merecem ser homenageados pela dedicação incansável em defesa da natureza. A Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado do Maranhãose solidarizou com a família do trabalhador rural.
De acordo com testemunhas, os dois foram abordados quando chevagam na residência onde moravam, localizada na Rebio Gurupi, em Bom Jardim. O casal é pai de seis filhos.
Ameaças
Raimundo era conselheiro na Rebio Gurupi desde 2012 e atuava denunciando madeireiros ilegais na região do Vale do Pindaré. Um dos trabalhadores da reserva, que não quis se identificar, afirmou que ele vinha sendo ameaçado por defender a preservação da floresta.
"Os madeireiros odiavam ele, porque ele denunciava. Ele era bastante atuante na região, defendia a comunidade, participava do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bom Jardim", contou ao G1.
Reserva
Com 271.197,51 de hectares, a Rebio Gurupi é uma das unidades de conservação administradas pelo ICMBio na região da Amazônia Legal, com coordenação regional vinculada ao CR4 
(Belém, PA).


g1-maranhão.

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes