TRABALHADORES DA LIMPEZA PÚBLICA ENDURECEM GREVE PARA COM O GDF

14:36Carlos Alberto-Jornalismo,isento e sem compromisso com mentiras.!

BRASÍLIA: TRABALHADORES TERCEIRIZADOS NA LIMPEZA DO GDF E GOVERNO FEDERAL VÃO INTENSIFICAR GREVE. 


Cerca de cem trabalhadores terceirizados que são prestadores de serviços na limpeza e conservação de todas as unidades da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), no DFTrans, no Ibram, no Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário e na Procuradoria da Justiça Militar, ocuparam pacificamente nesta quarta-feira (18) o corredor do escritório da empresa Rover Administração e Serviços, no SAAN Quadra 02, em Brasília, para protestar contra o atraso de dois meses no pagamento do tíquete alimentação; falta do pagamento das férias de setembro e outubro para grande parte dos trabalhadores; falta do pagamento das diferenças retroativas do reajuste salarial da data-base de janeiro e constantes atrasos no recebimento dos salários e benefícios.


Para se ter uma idéia, neste mês os trabalhadores receberam somente o salário. Mesmo assim, com oito dias após o quinto dia útil. Os dirigentes do Sindiserviços-DF, sindicato que representa os trabalhadores terceirizados no Distrito Federal (DF), informaram que os trabalhadores estão em greve desde o ultima segunda-feira (16) e a realização do protesto no escritório da empresa, tinha como finalidade a buscar uma garantia da empresa quanto ao pagamento dos direitos dos trabalhadores que estão atrasados.


Porem, como disse Antonio de Pádua Lemos, diretor de Comunicação e Imprensa do Sindiserviços-DF, o proprietário da empresa não compareceu no escritório, que permaneceu com a porta fechada e apenas um funcionário no seu interior durante todo o período do protesto.


Diante da dificuldade em se reunir com o patrão para buscar uma solução. No final do ato, os trabalhadores aprovaram em assembléia ampliar o movimento grevista nesta quinta-feira (19) com a adesão de mais trabalhadores.



Eles também decidiram que estarão realizando novas atividades surpresa com a finalidade de buscar uma solução definitiva e classificaram a atitude da empresa como desrespeito, arrogância e intransigência patronal. 

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes