featured

DÁ MEDO! O SINISTRO PLANO SECRETO DE LULA E SEUS COMPARAS PARA O BRASIL SOCIALISTA

16:15Carlos Alberto-Jornalismo,isento e sem compromisso com mentiras.!

O SINISTRO PLANO SECRETO DO GOVERNO BRASILEIRO. 
 Uma instituição sediada em Washington, que estuda e monitora a realidade política na América Latina, enviou ao Senado Federal um documento que chama a atenção para os próximos movimentos políticos do ex-presidente Lula; rumando para um populismo socialista e visando o absolutismo como sua meta final. 
O estudo adverte que o governo atual pretende lançar medidas populares de impacto, incentivando o consumo para seus pretensos e futuros eleitores de baixa renda.

O dossiê afirma que a intenção atual é consolidar o poder de voto, para implementar a seguir uma reforma política que consolidará a reeleição do Lula para um novo mandato em 2018. O documento assinala que o governo prepara um dos maiores movimentos de reestruturação econômica, voltado para as classes populares, objetivando seu projeto de longevidade no poder.

Segundo o estudo americano, os EUA estariam muito preocupados com este tipo de populismo no Brasil, um país cujo povo é totalmente submisso, despreparado e sem conhecimento para avaliar as consequências políticas deste movimento direcionado ao socialismo total. Este recente plano secreto do governo será mais abrangente do que aquele implementado pelo ditador venezuelano Hugo Chavez.

O documento que foi enviado ao Senado desvenda que o atual governo conta com o apoio financeiro de grandes investidores: russos, chineses e árabes. O dossiê, classificado como confidencial, foi analisado com toda a cautela em uma reunião do colegiado dos líderes do Senado. 

Alguns parlamentares encararam as afirmações contidas no relatório  com ceticismo, enquanto outros chamaram atenção para os fatos objetivos já em andamento.

Segundo observou um 
senador, os norte-americanos anteciparam o parecer dos técnicos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que constataram várias irregularidades insanáveis na elaboração da prestação de contas na campanha eleitoral do Partido dos Trabalhadores em 2014. 
O partido governista recebeu milhões das empresas que mantêm concessões dos serviços públicos, benefício ilegal conforme as leis do Código Eleitoral.

O relatório sobre a situação política no Brasil, adverte sobre um possível confisco tributário nos saldos dos fundos de investimento e na poupança, para valores acima de R$ 50 mil. Em ambos os casos, o dinheiro só poderia ser movimentado de seis em seis meses, sob risco de remuneração quase nula. Os fundos seriam tributados em 35% dos ganhos. Segundo o documento, o Banco Central fez um levantamento completo dos investimentos feitos por mais de 40 milhões de indivíduos: entre brasileiros e estrangeiros.

O governo quer investir pesado no segmento das moradias populares. Segundo os dados oficiais, mais de 90% do gigantesco deficit habitacional de 20 milhões residências, situa-se na faixa das famílias com renda até quatro salários mínimos. O governo também pretende elevar a idade para o recebimento dos benefícios do programa "Bolsa Família" para 17 anos. 

Estes novos eleitores, milhões de pobres, recebendo meio salário mínimo na base de dois beneficiários por família, consequentemente votarão no Lula, conclui o estudo.
























No cenário desenhado pelos pesquisadores foi revelado que o governo implementará, por medida provisória, um fundo para obras de infra-estrutura com os recursos do FGTS. A novidade ruim é que o risco do investimento ficará por conta do trabalhador. Os trabalhadores poderão investir até 20% do saldo de suas contas do FGTS na construção de rodovias, ferrovias e portos, além das obras nos setores de saneamento básico e energia elétrica. O novo fundo, denominado FI-FGTS, terá orçamento inicial de R$ 25 bilhões, originários do patrimônio líquido do FGTS.

Bolsa carro?
Além do plano secreto para os fundos de investimento, o relatório revela que o governo fechou um acordo com montadoras chinesas para financiar carros populares pela bagatela de R$ 5 mil. Os carros seriam subsidiados com financiamentos do BNDES no prazo de 60 meses. Os veículos seriam de passeio e mini-vans cargueiras  para o transporte de mercadorias. Outra resolução seria a redução dos impostos para os eletrodomésticos e eletrônicos de consumo popular, mas aumentar ainda mais a carga tributária para bens não populares, como automóveis de luxo e outros.
Comissários do povo? Um dos pontos mais polêmicos revelados pelos pesquisadores é o projeto do governo que implementará as afamadas milícias dos bairros: a segurança pública realizada por funcionários civis. Estas organizações compostas por indivíduos armados será uma reedição das milícias venezuelanas. Na terra do ex-ditador Hugo Chavez, o chefe da milícia dos bairros carrega os poderes de um xerife. O modelo lembra os antigos "comissariados do povo" da extinta; porém mais viva do que nunca na cabeça dos petistas, União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).

O estudo revela que a fortuna pessoal de Lula, estimada pela conceituada revista Forbes, é de mais de 2 bilhões de dólares. Segundo o relatório dos pesquisadores, o governo atual já estaria usando seus recursos para comprar e monopolizar as redes de transmissão a cabo, visando facilitar a disseminação da doutrinação comunista através da sua própria teia de comunicação. Esta rede pessoal e parcial de divulgação sustentará todo o trabalho de comunicação e marketing, visando recolocar o ex-presidente Lula novamente no poder.
No relatório final dos pesquisadores norte-americanos, foi identificada a preocupação do ex-presidente em manter a mídia sob seu controle. Segundo o dossiê, o governo estaria "contratando" jornalistas influentes no meio midiático, especialmente escalados para analisar e repassar as notícias de uma maneira não contundente aos interesses petistas. O estudo também adverte que compraram e dominaram a oposição sob a ameaça de denunciar suas mazelas e desmandos.

Source: http://www.thedailypeople.com

IDOSA MORRENDO DE FOME NO BRASIL


Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes