TATUZINHO O REPÓRTER, A GARRAFA DA DITA CANINHA, E A LIÇÃO QUE FICA.

12:30Carlos Alberto-Jornalismo,isento e sem compromisso com mentiras.!

TATUZINHO O REPÓRTER E A GARRAFA DA DITA CANINHA





























Amanheci nesta segunda feira lembrando de um antigo jingle, de uma marca de cachaça, que, quando era permitido, e usando a linguagem de hoje, 'viralizava' na televisão e rádio, e que dizia assim:
"Ai Tatu, Tatuzinho; me abre a garrafa, e me dá um pouquinho"!
Um pouquinho"? Diriam os mais afoitos e chegados na birita?
E fez isto?
Pois é! O problema não é abrir a garrafa e tomar um pouquinho, mas tomar um “poucão" e fazer uma besteira destas!
Belo exemplo hein "Seu Tatuzinho"!
E o mais curioso é a imprensa '"amiga", generosamente a esconder o apelido do camaradinha!
E aí Tatu? Já está de pé de novo?
Ressaca e cadeia é triste viu meu camarada?
Sem falar no pontapé no traseiro que vem por aí, mandado pelo "Bispão", que não toma e nem
gosta da branquinha!


Agora, é bom lembrar do que diz a 'Lei Seca':

Como  ela surgiu?





Criada em 2008 pelo deputado federal Hugo Leal para tentar frear o elevado número de acidentes envolvendo condutores alcoolizados, a Lei 11.705 mudou o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) ao reduzir a zero a tolerância na ingestão de álcool ao volante, configurando a prática como crime apenas com o exame de sangue ou com o famoso “bafômetro”.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, o condutor flagrado dirigindo sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência comete uma infração gravíssima.
Atualmente, a multa gravíssima é de R$ 293,47, mas a nova Lei Seca multiplica esse valor por 10, chegando a R$ 2.934,70.
Além da punição no bolso, o motorista tem a CNH recolhida e responde a um processo administrativo que leva a suspensão do direito de dirigir por 12 meses - depois de todos os recursos possíveis. O veículo também é retido até que um outro condutor habilitado se apresente.

Se o motorista for flagrado novamente dirigindo embriagado dentro de um ano, a multa será dobrada, para R$ 5.869,40, e a CNH pode ser cassada.
Cuidado e feche o bico, pelo menos o da garrafa, pois lembrar da musiquinha no xadrex enquanto espera a audiência de custódia, justo que é figura pública, é de doer!

AH! E antes que esqueçamos, lembrei também daquele distrital que foi preso dirigindo uma baita caminhonete, cehio da caninha e logo, logo, mercê do cargo qwue coupa até hoje, ligou para um coronel no Palácio do Buriti, e amigo do Governador de então, que mandou solenemente que ele fosse “skoltado”, até sua residência, e virou folclore no DF, fazendo mais tarde uma lei que  dizia-se, iria punir quem dirigisse bêbado!

Quem mandou o Tatuzinho embriagado não poder chamar um coronel hein?

ATUALIZANDO:
Paulo Vitor Gomes dos Santos, de 32 anos, o repórter “Tatuzinho” foi liberado pelo juiz e vai responder em liberdade, pois a infração foi considerada 'de menor poder ofensivo".

Aqui, o resultado da bebedeira e do desrespeito aos agentes de trânsito do DF:








Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes