featured

TITANIC, HÁ 107 ANOS NO FUNDO DO MAR...

17:35Carlos Alberto-Há 40 anos vivendo Brasília!

E VOCÊ NEM SE LEMBROU DELE!
OU SÓ LEMBRA DO FILME?






O capitão britânico Edward John Smith era o comandante da
companhia de transporte White Star Line e também o capitão do RMS Titanic.
Existem vários relatos das últimas palavras e ações de Edward, bem como sua
morte no desastre. Mas todos sugerem que suas ações finais foram
incidente, sugerindo que ele estava correndo em direção ao iceberg a toda
verdadeiramente heróicas. Algumas pessoas culparam o Capitão Smith pelo
velocidade. 

A Popa e o Leme


Navio e Hélices Incrivelmente Gigantescas 
Esta foto que fo capturada perto do final da
construção do RMS Titanic dá uma idéia clara do quão enorme era o navio. O
Titanic tinha incríveis 883 pés de comprimento (equivalente a 270
época, se o navio fosse colocado na posição vertical. 
metros), tornando-o mais alto do que qualquer edifício que existia naquela





O Titanic
transportava vários passageiros. Estima-se 1.317 pessoas, 66% homens e 34% mulheres, além das 107 crianças. Dentre estes incluiam-se vários recém casados, como o Sr. e Sra. Harder desta foto, que estavam em viagem de lua de mel.
A mulher sobreviveu ao naufrágio,
mas o marido morreu, infelizmente. O fotógrafo que tirou uma foto dos dois, Bernie Palmer, vendeu os direitos de suas fotos por apenas US$10....bem, ele não teria feito isso se soubesse o quanto suas fotos valeriam anos depois.



Quando o Titanic e seu navio irmão Olympic foram construídos, eles eram os maiores navios criados até então. Naquela época não havia nenhuma via de circulação que pudesse acomodar sua construção. Então, para seguir em frente, a empresa teve que construir uma rampa gigante primeiro. A rampa de lançamento foi chamada de "Grande
Pórtico" e custou cerca de 150 mil dólares.

A hélice gigantesca após o afundamento.


O RMS Titanic era um transatlântico colossal em sua época, mas ganhou muito mais popularidade ao longo dos séculos devido ao seu trágico fim que levou mais 1.500 pessoas à morte na madrugada de 15 de abril 1912. Veja nas imagens como nem tudo foi glamour e beleza...
A DESCOBERTA DA RUÍNA
Uma das histórias ignoradas no
filme é justamente a mais importante: a descoberta dos destroços do navio. Até 1985 o Titanic estava perdido no fundo do Oceano Atlântico Norte e permaneceria assim se o oceanógrafo Robert Ballard não o tivesse encontrado.
Por muito tempo a culpa recaiu sobre o capitão Edward John Smith, sobre o os operadores do telégrafo, sobre o engenheiro Thomas Andrews, sobre os rebites de
“segunda mão” e sobre desígnios divinos. Mas após décadas de pesquisas e testes, se observou que não houve um culpado pelo naufrágio, mas um conjunto de fatores que, talvez, poderia ter sido evitado.
Exatamente como no filme, o capitão Edward John Smith mandou aumentar a velocidade do navio após receber avisos de gelo, tornando-o um alvo fácil de se culpar. Mas o que o longa não mostrou foi o motivo por ele ter feito isso. Smith, na verdade, quando recebeuos avisos, desviou o navio da rota que ele estava seguindo para sair do caminho das geleiras e mandou aumentar a velocidade para recuperar o tempo perdido com o deslocamento. Sua atitude foi considerada concernente aos procedimentos da época. Outros capitães teriam feito o mesmo.
O filme conta de forma bem rasa ahistória dos operadores de telégrafo. Eles ficaram trabalhando praticamente até o momento crucial do naufrágio e conseguiram contatar vários navios. Houve um problema na máquina que eles operavam e, segundo o manual, eles deveriam deixá-la quebrada até chegar ao destino, onde profissionais habilitados a consertariam. Porém o navio estava afundando e se os operadores não tivessem desrespeitado essa regra e dado um jeito no telégrafo, talvez o desastre
poderia ter sido maior. Dentre os navios contatados, o Carpathia respondeu ao pedido de socorro e era o que estava mais perto, mas só chegaria ao local 4h depois.
Muitos testes foram realizados para simular o impacto da colisão sobre os materiais do navio, principalmente sobre os rebites. Alguns demoraram mais que outros, mas todos cederam, pois os que costuravam as chapas de aço da proa do navio eram de ferro forjado com um material próximo do vidro.
NAVIO INAFUNDÁVEL
O adjetivo que o Titanic possuía fazia os passageiros se sentirem seguros. Até os construtores acreditavam que ele não poderia afundar porque contava com a alta tecnologia da época, seus compartimentos à prova d’água. Devido a sua fama, os botes salva-vidas foram reduzidos progressivamente até chegar a 20, o que, por incrível que pareça, estava acima do exigido por lei. 
“Nem Deus afundaria este
navio”
A famosa frase que assegurava a potência do Titanic foi dita por Caledon Hockley (Billy Zane) no filme, mas ela não foi atribuída a uma pessoa específica. Um marinheiro disse isso a um repórter e a mídia divulgou para emancipar sua característica inafundável.
AQUI, O FILME SOBRE A SIMULAÇÃO DO NAUFRÁGIO DO TITATNIC
https://youtu.be/YNMauYkHJGs

E AQUI, OS MINUTOS FINAIS:
https://youtu.be/rs9w5bgtJC8




Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes