featured

URGENTE! MÉDICA IMUNOLOGISTA ALERTA! DECISÃO DO STF PODE PROVOCAR MORTE DE MILHARES DE INFECTADOS PELO CORONAVÍRUS

20:32Brasília, Brasil e o mundo sem retoques!

MÉDICA IMUNOLOGISTA ALERTA!
Decisão do STF pode provocar morte de milhares de infectados pelo coronavírus, alerta Nise Yamaguchi

 A imunologista emitiu comunicado dizendo que ao apontar o uso da cloroquina como “erro grosseiro” de agente público, Supremo tira chance de cura de milhares de pessoas.

A médica oncologista e imunologista Nise Yamaguchi divulgou, nesta segunda-feira, comunicado à imprensa em que alerta que o Supremo Tribunal Federal (STF) pode prejudicar milhares de usuários do Sistema Único de Saúde ao não permitir a eles o acesso à cloroquina e à hidroxicloroquina em seus tratamentos.

“O Supremo Tribunal Federal, através da restrição da MP 966, passa a considerar ‘erro grosseiro’ de agente público, atos que ‘não observarem normas e critérios científicos e técnicos, tal como estabelecidos por organizações e entidades médicas e sanitárias, internacional e nacionalmente reconhecidas’. Causa estranheza, o STF, a pedido de vários partidos políticos, tomar essa decisão antes mesmo que a Medida Provisória fosse apreciada no Congresso Nacional”, aponta Nise.

De acordo com a médica, o remédio está sendo utilizado com sucesso em diversos hospitais particulares e convênios médicos e o próprio Conselho Federal de Medicina (CFM) deixou a critério dos profissionais de saúde definirem a utilização ou não da medicação no tratamento da covid-19, em nota técnica de 23 de abril, o que passou a ser respeitado pelo Ministério da Saúde em 22 de maio.

“A decisão do Supremo Tribunal Federal leva à ‘perda de chance ou oportunidade de ter uma vantagem ou de evitar o “A decisão do Supremo Tribunal Federal leva à ‘perda de chance ou oportunidade de ter uma vantagem ou de evitar o prejuízo’ (obter no futuro algo benéfico e onde a oportunidade foi irremediavelmente destruída).
No caso, a chance de receber um protocolo de tratamento que pode trazer benefícios é irremediavelmente destruída pela penalização de prescrição dos medicamentos pelos médicos da rede pública”, continua a imunologista.

Para Nise Yamaguchi, o STF, ao tomar decisões médicas, vai contra o princípio do uso da compaixão e retira toda e qualquer oportunidade ou chance de esperança, questionando que tribunal vai se responsabilizar caso no futuro o medicamento se prove benéfico e vidas tenham sido ceifadas pelo não uso dele.

Portalnovonorte.com.br

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes