featured

CHEGOU A FILA DO OSSO! EM TEMPOS DE ALTOS PATROCÍNIOS E JOGOS ABERTOS,POBRES DO DF NÃO PASSARÃO MAIS FOME GRAÇAS A ‘MEDIDA SALVADORA’ DO GDF E SEU GOVERNADOR IBANEIS ROCHA!

11:02Brasília, Brasil e o mundo sem retoques!

À ELITE, OS JOGOS! AO POVO, OS OSSOS!


Um drama nacional vergonhoso para mais de 20 milhões de pessoas, que não tem mais como ser oculto e que mostra sua cara agora no DF!

Mas o que se questiona neste momento é o mau uso do dinheiro e da máquina pública, que não parece se preocupar em encontrar soluções para esta gigantesca tragédia humana!

E O POVO? SERÁ QUE ESTÁ SÓ SORRISO COM OS CUIDADOS DAS POLITICAS SOCIAIS DO GDF?
CHEGOU A FILA DO OSSO!

POBRES DO DF NÃO PASSARÃO MAIS FOME GRAÇAS A ‘MEDIDA SALVADORA’ DO GOVERNO IBANEIS ROCHA!

A MODA EM TODO O BRASIL AGORA FOI OFICIALIZADA PELO GDF!


Brasília DF, agora inserida no moderno contexto nacional de não deixar perder um ossinho sequer!

A MODA EM TODO O BRASIL AGORA FOI OFICIALIZADA PELO GDF DE IBANEIS ROCHA!


Ao tempo em que patrocina os questionáveis Jogos Universitários Brasileiros em plena Pandemia, O GDF e seu Vice Governador Paco Brito  em evento planejado pela sua Secretaria de Esportes tendo ao seu lado a deputada federal Celina Leão, mostraram nada mais que mais um trampolim para candidatos que a propósito da matéria, "não largam o osso de jeito nenhum", em clara jogada feita a custa de dinheiro público, com seus secretários, alguns com muita coisa a esclarecer na Justiça, mas todos(e todas) de olho na campanha eleitoral que se avizinha, Ibaneis Rocha, lança pacotes e pacotes de obras em todo o DF, na busca da popularidade que nunca teve, numa gestão eivada de irregularidades também não explicadas e esquece de cuidar do básico como a Saúde Pública da população em frangalhos, com suas  secretarias diuturnamente visitadas pela Policia e pela Justiça!

Recomendando que os pobres, ou no jargão burocrata, "população vulnerável",  passem a ganhar ossos de boi e de frango que segundo a Vigilância Sanitária, estavam sendo comercializados!

E tudo em nome da “dignidade humana “ segundo os gestores públicos”!

Órgãos recomendam doação de ossos bovinos e de frango

Iniciativa do Procon e da Secretaria de Agricultura leva em conta o respeito à dignidade dos consumidores diante do cenário de pandemia

Com o objetivo de evitar o comércio de ossos no Distrito Federal, o Procon – órgão da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) e a Secretaria de Agricultura (Seagri) editaram, nesta sexta-feira (15), uma recomendação administrativa aos mercados, supermercados e açougues sobre a importância da doação de ossos de boi e carcaças de frango e peixe, especialmente diante do cenário pandêmico.

 
Verdadeiro prato cheio para a oposição que sofre de amnésia seletiva mas só para antes de 2018, quando o Brasil doava toneladas feijão que aqui chegou a custar 18 reais o quilo, para os cubanos! 

E o povo com fome, no meio do tiroteio verbal!


“Lamentavelmente, a venda de ossos bovinos também é uma realidade para a população do Distrito Federal. Então, este documento representa um esforço conjunto para sensibilizar o comércio sobre a doação deste produto. Não podemos fechar os olhos para esta situação atípica vivida por muitas famílias do DF que tiveram suas rendas afetadas pela pandemia”, defende a secretária, Marcela Passamani.


No documento, o Procon ressalta a extrema relevância do respeito à dignidade dos consumidores e recomenda enfaticamente aos estabelecimentos que se abstenham de vender esse tipo de subproduto alimentício, fazendo apenas sua doação ao consumidor final, em observância ao Artigo 4º, inciso I, do Código de Defesa do Consumidor, que segue abaixo na íntegra:


Incorrigíveis oportunistas politicos presentes a organização e abertura dos Jogos Universitários. 

“Lamentavelmente, a venda de ossos bovinos também é uma realidade para a população do DF. Este documento representa um esforço conjunto para sensibilizar o comércio sobre a doação deste produto. Não podemos fechar os olhos para esta situação atípica vivida por muitas famílias que tiveram suas rendas afetadas pela pandemia”

Marcela Passamani, secretária de Justiça e Cidadania

“Art. 4º. A Política Nacional das Relações de Consumo tem por objetivo o atendimento das necessidades dos consumidores, o respeito à sua dignidade, saúde e segurança, a proteção de seus interesses econômicos, a melhoria da sua qualidade de vida, bem como a transparência e harmonia das relações de consumo, atendidos os seguintes princípios:

I – reconhecimento da vulnerabilidade do consumidor no mercado de consumo”.

 

Segundo o diretor-geral do Procon, Marcelo Nascimento, nesse momento de crise vivenciado pela pandemia de covid, o que se espera do comércio do DF é uma atitude colaborativa e humanizada. “Empatia e solidariedade de todos, e respeito aos consumidores mais vulneráveis. Entendemos que é dever do Procon harmonizar as relações de consumo, coibindo abusos que eventualmente existam, como, por exemplo, práticas que desrespeitam direitos fundamentais de proteção da vida, saúde e segurança do consumidor”, afirma o diretor.

 A Diretoria de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal e Animal (Dipova), setor da Secretaria da Agricultura do DF responsável pela fiscalização do processamento de produtos de origem animal, destaca a importância de cumprimento das normas sanitárias na manipulação e processamento desses produtos. “Esses produtos sempre foram tratados como subprodutos, utilizados para fabricação de ração animal e fertilizantes entre outros. Apesar disso, não há restrição com relação ao uso para alimentação humana, desde que os estabelecimentos sigam estritamente as normas sanitárias e as boas práticas de fabricação, especialmente quanto à manipulação e armazenamentos dos produtos”, destacou Marco Antônio Martins, diretor da Dipova.

O Procon já solicitou uma reunião com a Associação Brasiliense de Supermercados (Asbra) para tratar do assunto e buscar o cumprimento da recomendação pelos estabelecimentos participantes.

PS: A ABRAS-Associação dos Supermercados de Brasília, é a entidade que reune os donos de supermercados do DF, e foi criada pelos empresários do setor há mais de 30 anos, entre eles o atual Secretáro José Humberto Pires que também foi dono de rede de supermercados.

Com informações de Agência Brasília do GDF.


Mais sobre a tragédia da fome aqui nesta matéria do Fantástico na Rede Globo:

https://g1.globo.com/fantastico/noticia/2021/07/25/fila-para-conseguir-doacao-de-ossos-e-flagrante-da-luta-de-familias-brasileiras-contra-a-fome.ghtml


(Texto complementar: Karlão-Sam)

Você pode gostar de...

0 comentários

Criticas ou sugestões?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes